Archive Page 2

notícias

as notícias vêm como cágados
lentas e inverossímeis
tem aquele segredo que eu não posso contar
tem você esquisitamente aparecendo nos meus sonhos
fico aflita esperando a janelinha piscar no meu computador
aquelas notícias que nunca chegam
eu mergulhando de novo em águas escuras
nem me perco mais, minha alma é abissal
será que você dá conta de me puxar pra cima
quando o fôlego acabar?

Anúncios

espelho

a nossa história podia ser
uma canção de Cole Porter
nós de mãos dadas na escadaria
de um cinema em Manhatan
ou escondidos num café francês
no bairro baixo de uma cidade grande qualquer
dois copos de Bourbon
e o torpor
seu nome ainda não passou nos créditos finais
desse filme triste

enciclopédia vol. 1


imagens e edição by Grima Grimaldi

aviso

eu não pulei. mas foi como. não sei se foram tuas mãos. ou se enrosquei um pedaço do vestido propositalmente só pra fingir que sim, eram tuas mãos a me tirar dali. e teus braços e teus olhos e tudo mais aquilo que veio junto com você. tudo que veio junto e tudo aquilo que eu deixei você levar. sabe, eu sempre excedo o limite de bagagem.  eu sempre me excedo. transbordo. então, de certa forma, um pedaço de mim pulou e não há volta pra isso. vou pingando aos poucos se você deixar. ou escorrego de uma vez, me espatifo. não seria uma novidade pra mim.

chansón, champanhe e outros clichês

você aparecendo assim

rudimentar e improvável

dizendo chansón, champanhe e outros clichês

me levando pra jantar num japonês incrível

com cozinheiros lutadores de sumô

e poetas dadaístas

andando de mãos dadas por cima do elevado

costa e silva

quebrando a banca no jockey club

gastando todas as fichas na jukebox de um boteco no Bexiga

karaokê e batida de morango com leite condensado

pra lembrar a infância da boemia

você aparecendo assim

elegante e invisível

cometendo cafunés e carinhos sem nota fiscal.

pai

a criança inquieta arranca flores do canteiro e alguma erva daninha. estende a mão. sempre afoita, a criança precisa de um olhar à queima-roupa. incendiário. violento. terrível. um corpo de homenzarrão ao lado feito uma rocha. impenetrável.

*** Entrevista ***

No ar a entrevista com o La Carne.

http://www.aracatubanews.com/noticia.php?id_noticia=2245

Tocata e fuga

os pesadelos voltaram. entrei novamente naquela zona nebulosa entre o coração, o cérebro e a maldita gastrite. refluxo é a ação ou o efeito de refluir. movimento da maré rasante. ressaca das ondas. corrente ou movimento contrário e sucessivo a outro. perco-me na poesia inflexível dos dicionários.

*** Crônica do mês ***

No ar a crônica “Boemia criminalizada” –  http://aracatubanews.com/colun.php?id_usuario=24

Para ler crônicas mais antigas vá para a CRONIQUETARIA

Capítulo dois

Ele não sabe, mas quando entrou inesperadamente no meu quarto às 6 horas da manhã, algumas cláusulas daquele contrato foram alteradas. Agora, talvez, não seja tão difícil cumprir o acordo à risca. Quando ele entrou no quarto guiado exclusivamente pelo seu sistema límbico (palavras dele), eu afastei os lençóis e deixei que todos os lobos se aninhassem novamente em torno de mim. Estou de volta à matilha, mas agora sem dentes e doente de uma perna. A dor da rejeição me ensinou a construir armadilhas, como explosivos escondidos debaixo da grama no parquinho de diversões. Isso vai me manter alerta durante a maior parte de tempo.

Li que o sistema límbico se desenvolveu a partir de uma emergência orgânica, para comandar certos comportamentos necessários à sobrevivência dos mamíferos, interferindo positiva ou negativamente no funcionamento visceral e na regulamentação metabólica do organismo.

Capítulo três

Misture álcool e agite.